Notícias

Cuidados e vantagens ao colocar piso sobre piso






Mais cedo ou mais tarde a reforma se torna inevitável em uma casa, apartamento ou empresa. Quando se constata que é preciso trocar o piso logo vem à mente as imagens da cerâmica quebrada, muita poeira, espaços interditados e muita confusão.

Com o passar dos anos os revestimentos sofrem desgaste, perdendo sua cor e textura original e também saindo dos padrões da moda de certa época.

Existe uma solução que ajuda a reduzir a bagunça e os dias da obra, que é o assentamento de piso sobre piso. Muitos têm usado essa técnica para diminuir os custos, já que não serão feitos os serviços de demolição e descarte de entulhos.

Outra vantagem é o resultado final, que geralmente apresenta ótima qualidade. Mesmo sendo um serviço mais simples é bom ter alguns cuidados para garantir a satisfação no final da reforma.

 

Limpeza da base

Antes de já despejar a massa sobre o piso antigo e ir assentando o novo, faça uma limpeza e verifique se existem peças soltas, ocas ou estufadas.

Piso oco ou estufado pode ser um sinal de vazamentos, infiltrações ou outros problemas que devem ser resolvidos antes de colocar o novo revestimento. Remova uma peça do piso antigo para se certificar de que o contrapiso está em boas condições, sem esfarelar.

 

Depois de verificar estes detalhes, é hora da limpeza. Se houver muito acúmulo de gordura e sujeira, use detergentes e produtos desengordurantes. Faça uma limpeza caprichada para que o piso novo tenha uma melhor aderência.

 

Reajuste do ambiente

A aplicação do piso sobre piso irá aumentar o nível do chão, assim as portas, soleiras, armários, rodapés e tomadas devem ser ajustadas a este novo nível.

O padrão de altura dos revestimentos é de três milímetros, segundo o mercado. Na hora de comprar um novo piso considere sua altura e se é possível fazer o ajuste no cômodo desejado.

 

Aplicação da argamassa

Se o piso escolhido para ser assentado sobre o antigo for de cerâmica, cimentado liso, ardósia, porcelanato, pedras ou granilite em placas de até 45 cm x 45 cm, a argamassa colante é a mais indicada.

Mas se o piso antigo for algum tipo de pedra ou ardósia resinada, será preciso lixar a superfície para tirar este verniz e garantir a aderência da argamassa. Em pisos de madeira também é necessário que se passe uma lixa pelo mesmo motivo.

Quando se assenta um revestimento pela primeira vez o mais comum é o sistema de borrões, no qual se aplica a argamassa nas extremidades e no centro de cada peça.

Essa técnica não pode ser usada nas placas para não correr o risco de ocorrer um desplacamento no futuro. Para assentar o novo piso o mais indicado é usar a desempenadeira para fazer saliências na placa e passar a argamassa em toda a superfície.

 

Fonte: IConstruindo

Manutenção

Acesse o Sistema Online

Nossos Clientes

Quem faz nossa história

Instituto Atlântico Infraero Podium Engenharia Santos CMI Banco do Brasil Caixa Econômica Federal
Site Criado por Atratis Comunicação - www.atratis.com.br
Contato

Contato

Ancora

Entre em contato. Será um prazer atendê-lo.

Encontre-nos

Encontre-nos

Rua Ricardo Castro Macedo, 1930 - Água Fria - 60.813-480
Fortaleza (CE) - Brasil
Fone / Fax: +55 85 3067.5046
facil@facilengenharia.com.br

Clique para ampliar o mapa